terça-feira, 6 de setembro de 2016

Dor no Nervo Ciático – O que é? Causas, Sintomas e Como tratar




O maior nervo do corpo humano se estende desde a face posterior do quadril, descendo por trás da coxa e dos joelhos até alcançar o dedo maior do pé, ocupa, portanto, a região desde a coluna lombar até os pés. É o nervo ciático, responsável pela mobilidade dos músculos da perna e, consequentemente, as articulações dos membros inferiores, assim como pelas sensações.

Como surge a dor no nervo ciático?

Inflamações, lesões ou fraturas pélvicas, compressão externa, deslocamento discal, contratura muscular ou mesmo uma hérnia de disco podem representar causas para a irritação do nervo ciático que, a partir desse momento, manifestará reações dolorosas. O dano ao nervo pode ocorrer dentro do canal espinhal ou em outro ponto do percurso que o nervo faz).

Outros sintomas também podem acompanhar a dor no nervo ciático: irradiação da dor para uma das pernas, sensação de queimação, perda de sensibilidade ou fraqueza nos músculos da perna afetada, fisgadas e dormências. Os sintomas vão depender de cada caso. Em alguns pacientes, a dor no nervo ciático gera somente uma queimação local ou um desconforto mais simples. Já em outros, a dor pode tornar o indivíduo incapacitante, manifestando uma sensação de choque elétrico pelo trajeto do nervo.

A dor no nervo ciática (ou Ciatalgia), que piora bastante a noite, possui diversos fatores de risco, tais como:

– OBESIDADE: Se o corpo estiver com o peso acima do limite recomendado poderá aumentar a pressão sobre a coluna vertebral, sobrecarregando músculos e ligamentos e gerando dores nas costas, além de outras complicações como a dor ciática;

– ENVELHECIMENTO: o avanço da idade provoca mudanças naturais na coluna vertebral que poderão contribuir para a irritação do nervo ciático;

– SEDENTARISMO: a ausência de exercícios físicos acaba enfraquecendo a musculatura de sustentação da coluna, tornando-a suscetível a dores lombares e o consequente surgimento da dor no nervo ciático;

– GRAVIDEZ: a fase resulta em modificações na anatomia da coluna vertebral, viabilizando a compressão do nervo ciático.

Tratamento para a dor no nervo ciático

O primeiro passo é diagnosticar a causa da dor. Se for por compressão ao nervo ciático, o passo a seguir é identificar e corrigir os fatores que desencadearam danos ao nervo. É importante identificar a causa exata do problema para que o tratamento seja aplicado de maneira correta e eficaz. A estabilização segmentar vertebral, juntamente com a terapia manual e exercícios de Pilates Clínico o paciente é condicionado a usar o músculo transverso do abdômen. Através do método, o indivíduo em tratamento consegue afastar as dores e entra em um trabalho direcionado ao fortalecimento dos músculos posturais, com a finalidade de evitar o surgimento de novas manifestações dolorosas.

Agende já uma sessão pelo telefone ou what's up 81818384.
Atendimentos personalizados com fisioterapeuta.
Realizamos avaliação postural de todos nossos alunos, trabalho direcionado para as suas necessidades e objetivos, experimente!