quarta-feira, 5 de junho de 2019

Eletroacupuntura para dor crônica e aguda



A dor crônica pode influenciar a qualidade de vida de indivíduos sintomáticos, os quais podem apresentar traços de ansiedade e tensão, desesperança ou depressão (Simons et al., 1999). Para verificar esta influência tem se utilizado o Inventário de qualidade de vida SF-36 que consiste da avaliação de oito domínios: capacidade funcional, aspectos físicos, aspectos emocionais, intensidade da dor, estudo geral da dor, vitalidade, aspectos sociais e saúde mental. Este instrumento foi traduzido para o português e as propriedades psicométricas testadas e validadas (Ciconelli et al., 1999).

A acupuntura tem sido usada como uma alternativa aos tratamentos convencionais para dor muscular e é definida como a estimulação de determinados pontos no corpo, pela inserção e manipulação de agulhas, com o objetivo de atingir efeitos desejáveis. A eletroacupuntura inclui a passagem de uma corrente elétrica de baixa freqüência e alta intensidade, de caráter analgésico, pois tem a finalidade de estimular os nociceptores musculares, que por sua vez ativam o sistema antinociceptivo endógeno (Okeson, 2006). Por essa razão é esperado que a eletroacupuntura apresente eficácia maior no alívio da dor em relação à acupuntura manual (Ulett et al. 1998, Wan et al. 2001).


Além dos benefícios à curto prazo, esse tratamento tem efeito antiinflamatório á longo prazo e auxilia na interrupção do ciclo da dor crônica, trazendo diversos benefícios ao paciente, que necessidade menos medicação e consegue praticar o reforço muscular e alongamentos dentro da cinesioterapia.

www.fisiobeautypilates.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário